HomePolítica

Justiça nega pedido de Nunes contra post de Boulos – 14/03/2024 – Painel

A Justiça Eleitoral de São Paulo negou pedido do prefeito Ricardo Nunes (MDB) para que Guilherme Boulos (PSOL) retire de suas redes sociais posts sobre a pesquisa Datafolha relativa à corrida municipal divulgada na última segunda-feira (11).

Em seu Instagram, o psolista publicou: “Datafolha confirma, Boulos é primeiro nas intenções de voto”. O argumento da contestação judicial foi de que o deputado causava desinformação ao ignorar que há empate técnico entre ele e Nunes, dentro da margem de erro.

No cenário com todos os pré-candidatos já anunciados, Boulos aparece com 30%, contra 29% do atual prefeito, com margem de erro de três pontos percentuais.

“As divulgações caracterizam conduta irregular, necessitando ser imediatamente obstada, pois referida forma de divulgação serviu para forjar desempenho diferente das reais intenções de votos”, argumentaram os advogados do prefeito.

O juiz Antonio Zorz, contudo, aceitou os argumentos de Boulos de que não havia informação inverídica divulgada. “Não se verifica em qualquer local da ilustração publicada a afirmação de que o peticionário lidera as pesquisas de forma isolada”, disse a defesa do psolista.

Para o magistrado, o ponto apresentado por Nunes não tem potencial suficiente para “causar alguma confusão ou transtorno para aquele que toma conhecimento da nota [postagem]”.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!