HomeInternacional

Vídeo. O Concorde que voou mais depressa sobre o Atlântico saiu do museu

O Concorde, que está exposto no Museu desde 2003 – ano em que deixou de fazer voos comerciais – voltou a ser pintado com as cores que ostentava no seu período de glória, quando atravessava o Atlântico, de Londres a Nova Iorque, a menos de três horas e ao dobro da velocidade do som.

O Concorde, que está exposto no Museu desde 2003 – ano em que deixou de fazer voos comerciais – voltou a ser pintado com as cores que ostentava no seu período de glória, quando atravessava o Atlântico, de Londres a Nova Iorque, a menos de três horas e ao dobro da velocidade do som.

Fonte: clique aqui.

Você gostou desse conteúdo? Compartilhe!

COMMENTS