Viciado é liberto após clamar a Deus durante overdose: "Me tire dessa pela última vez"

Sean Corcoran, dos Estados Unidos, está testemunhando como sua vida foi transformada por Deus após ser libertado do vício das drogas e salvo da morte durante uma overdose.

Ao contrário de muitos viciados, Sean cresceu em uma família saudável em Louisiana. “Minha infância foi a melhor possível. Fui criado por pais dedicados. Frequentei as melhores escolas”, contou ele, em uma postagem no Facebook.

Segundo ele, foi sua mente acelerada e a procura por diversão que o levaram ao vício. Certo um dia, um amigo indicou um estimulante à base de anfetaminas, usado no tratamento de TDAH.

“Eu não conseguia me divertir com nada que desacelerasse minha mente. Com as anfetaminas, eu estava acordado, alerta e hiperconcentrado em tudo o que queria fazer”, explicou Corcoran.

O jovem ficou dependente do medicamento e chegava a tomar 10 comprimidos por dia, provocando insônia à noite.

Com o passar dos anos, Sean foi apresentado à cocaína e outras drogas pesadas, e se tornou dependente químico.

“Depois que usei cocaína, comecei a procurá-la regularmente, não havia realmente nenhuma razão para me conter. O ecstasy foi o próximo, e em pouco tempo eu estava tomando 5 ou 6 comprimidos de ecstasy todas as quintas, sextas e todos os sábados à noite”, revelou.

Trabalhando 20 horas para manter o vício

Ele passou a trabalhar de 18 a 20 horas por dia para financiar seu vício. Durante seis anos, as drogas destruíram a vida de Sean.

“Destruiu todos os relacionamentos que tive com amigos e familiares. Perdi empregos e casas”, disse ele.

“Eu continuei porque não conseguia parar, embora isso estivesse me matando. Eu estava muito consciente de que isso estava me matando”.

Até que em 2005, o homem sofreu uma overdose que quase o matou em um quarto de hotel.

“Eu estava morrendo. Fiquei deitado no chão, sozinho no escuro. Minha respiração era superficial e consumia toda a minha energia e concentração”, lembrou.

Resgatado por Deus

Desesperado, Sean clamou por ajuda ao Senhor. “A cada respiração, eu repetia silenciosamente a mesma oração que havia feito dezenas, senão centenas de vezes antes: 'Deus, por favor, me tire dessa pela última vez'”.

Logo depois, ele perdeu a consciência. “Não sei que tipo de trabalho Deus fez em meu coração e em minha alma durante aquele período que me motivou a dar os próximos passos”, afirmou.

Após acordar e sobreviver, Sean sentia que era um homem diferente. Ele correu para procurar um folheto de um centro de reabilitação para mudar de vida.

“Minha motivação era salvar minha família de um último grande gesto de decepção”, observou.

No centro, ele contou com a ajuda de Deus e de conselheiros para se livrar do vício. Sean foi libertado e viveu uma transformação.

Ele cursou a faculdade de Direito, se casou e teve cinco filhos. Hoje, ele ajuda outras pessoas a superar a dependência química.

Fonte: Guia-me