Pacientes, familiares e funcionários da UPA de Brotas, em Salvador, receberam nesta quinta-feira (10), uma sessão de musicoterapia, em uma ação promovida pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), que administra a unidade de saúde. A iniciativa que aconteceu em homenagem ao Dia dos Pais, contou com a participação do musicoterapeuta Marcos Barbosa, que apresentou um repertório especial, à voz e violão, com canções acolhedoras e que resgatam memórias afetivas dos pacientes e acompanhantes da UPA. "É um momento de muita tensão quando o paciente chega na UPA. Então, uma abordagem musical já consegue amenizar muito esse estresse e ansiedade, além do humor", diz o músico ao destacar a importância da iniciativa. Os pacientes das diferentes alas da unidade, adultos e pediátricos, tiveram um momento de diversão, com canções emocionantes. No repertório, sucessos como "Como é grande o meu amor por você", "Esperando Na Janela", "É o amor", entre outros, além de músicas infantis que fizeram a alegria da criançada, pais e mães no setor destinado aos pequenos. "A música tem o poder curativo, e a musicoterapia é uma ciência que utiliza esse poder da música para utilizar da melhor forma", reforça Marcos Barbosa. "Hoje nós fizemos uma ação de humanização aqui com musicoterapia em toda a unidade. Nós somos uma unidade de pronto atendimento e ultimamente a gente tem vivido situações de muito estresse com o aumento da demanda da UPA. O objetivo da ação de hoje foi sensibilizar as pessoas que a vida continua e que a gente pode viver bem, mesmo em um ambiente de estresse, lembrar músicas do passado, cantar junto com outras pessoas que a gente gosta e compartilhar essa alegria, ameniza o sofrimento e traz felicidade aos corações de todos. Então, o objetivo da ação de hoje, próxima data do Dia dos Pais, foi exatamente essa, além de acolher o servidor e os pacientes lembrar que a alegria está no coração de cada um, basta a gente reviver esse momento", explica Claudiana Santos, gerente administrativa da UPA Brotas. A ação emocionou Zenilson Gomes da Silva, que acompanha a mãe, de 73 anos, dona Zeneide Gomes da Silva, enquanto aguarda regulação para internamento para cirurgia. Ele aproveitou para elogiar o trabalho realizado pelos profissionais da UPA Brotas, de todos os setores. "Eu fui bem tratado, minha mãe é como se ela fosse uma rainha aqui dentro. Uma equipe dessa maravilhosa. Os profissionais estão trabalhando muito. Estou aqui e vejo a luta desses profissionais da saúde para manter todos bem aqui dentro. Gostaria de agradecer a todos aqui", contou emocionado. O relato foi reforçado pelas palavras de Carlos Alberto França dos Santos, que ganhou um presente antecipado do Dia dos Pais. Filho e acompanhante de Urbano José dos Santos, de 90 anos, ele celebrou a vaga conquistada para o pai realizar uma operação após fratura no fêmur. "Graças a Deus, amanhã estamos indo. Foi um presente do Dia dos Pais, ele conseguiu uma vaga para operar. Mas, só tenho a agradecer a todos aqui da UPA", comemorou. A transferência será para o Hospital Manoel Victorino, unidade também gerenciada pelo INTS. Acompanhando toda a equipe e cantando com sorriso no rosto cada canção, Maria José de Jesus da Silva, de 67 anos, mostrou entusiasmo ao participar da apresentação em cada ala. "É um momento muito especial e de felicidade para quem gosta de viver, como eu, que estou sempre confiando em Jesus", contou confiante no aguardo da regulação para tratar de um problema no pulmão. A sessão de musicoterapia também contagiou a equipe médica e de enfermagem do centro de saúde. A gerente municipal, Cristiane Sande, destacou os resultados imediatos causados pela iniciativa. "Sem palavras para descrever a satisfação também em poder levar esse momento para a nossa equipe, que luta junta todos os dias para a gente ter um sorriso melhor, de qualidade, que a gente luta para manter". A ação faz parte dos métodos utilizados pelo INTS, em diversas unidades de saúde do Brasil, que buscam auxiliar no tratamento dos pacientes, através de música e arte, proporcionando relaxamento, expressão emocional, melhoria em aspectos clínicos e no processo de reabilitação de diversos quadros.Fonte: Bahia Notícias