HomeInternacional

União Europeia pede investigação de assassinatos indiscriminados em Gaza, após reportagem da CNN

A União Europeia se juntou às Nações Unidas para pedir a uma investigação sobre relatos de ataques indiscriminados a civis em Gaza pelos militares israelenses, após uma reportagem da CNN.

Uma investigação da CNN publicada no início desta semana descobriu que vários membros da família Abu Jibba foram mortos em janeiro, provavelmente pela onda de choque de uma bomba de 900 kg lançada pelos militares israelenses.

As Forças de Defesa de Israel (FDI) disseram à CNN que estavam respondendo ao fogo de militantes.

A UE disse na sexta-feira (1) que a reportagem da CNN “apenas enfatiza mais uma vez” o pedido de moderação na resposta das FDI, acrescentando que espera que Israel investigue “cada relatório perturbador sobre ataques injustificados e indiscriminados a civis”.

Peter Stano, principal porta-voz dos Negócios Estrangeiros e da Política de Segurança do bloco, disse à CNN em um comunicado, que não comenta “em geral” as reportagens dos meios de comunicação que a UE não pode verificar de forma independente, mas que abriria uma exceção neste caso.

“Este caso específico apenas enfatiza mais uma vez o que a UE vem pedindo repetidamente: são necessários todos os esforços para proteger os civis, em conformidade com o direito humanitário internacional. Todas as operações militares devem ser proporcionais.”

Respondendo à investigação da CNN, o porta-voz do secretário-geral da ONU pediu na quarta-feira (28) “uma investigação completa sobre o que foi relatado”.

Fonte: CNN Brasil