Rabino diz que profecia da novilha vermelha se cumpriu: ‘Hora de construir o 3º Templo’

Mesmo com tantas notícias sobre a preparação da novilha vermelha para o Terceiro Templo, muitos ainda se perguntam sobre as reais motivações e se realmente tem ligação com profecias bíblicas.

O nascimento de uma novilha com as especificações bíblicas, em Israel, virou notícia nas comunidades cristã e judaica. O Instituto do Templo — uma organização dedicada aos preparativos para o Terceiro Templo em Jerusalém — já fez o anúncio em seu canal no YouTube, relacionando o fato com um momento crucial no cumprimento das antigas profecias.

Para eles, isso tem profundas implicações espirituais, pois acredita-se que traz a promessa de restabelecer a pureza bíblica ao mundo. Tanto no cristianismo como no judaísmo, a novilha vermelha tem desempenhado um papel proeminente nas narrativas escatológicas, especificamente em relação ao “fim dos tempos”.

Qual o papel da novilha vermelha no Terceiro Templo?

Conforme lembra James Lasher, em seu artigo no Charisma News, a tradição bíblica fala do nascimento e o subsequente sacrifício de uma novilha vermelha como pré-requisitos que devem ser cumpridos antes que a construção do Terceiro Templo em Jerusalém possa começar.

Na corrente dominante do Judaísmo Ortodoxo, a reconstrução do Templo é antecipada como um evento que precede a chegada do Messias, um evento profético há muito esperado e profundamente significativo.

“Para a comunidade judaica ortodoxa, isso é visto como um passo mais perto de praticar a lei mosaica, conforme Números 19.2 — onde diz que é o estatuto da lei que o Senhor ordenou, levar uma novilha vermelha saudável, que não tem defeito, e sobre a qual nunca foi colocado um jugo.

As cinzas de uma novilha vermelha são necessárias para purificar os sacerdotes que servirão no Templo, ainda de acordo com Números 19. “Como o animal inteiro é queimado e as cinzas são armazenadas e usadas com moderação e aspergidas na água da fonte de Giom, apenas nove sacrifícios assim foram realizados ao longo da história”, explicou.

‘Uma novilha vermelha perfeita nasceu em Israel’

O contexto histórico em torno da novilha vermelha reside no fato de que o primeiro e o segundo templos foram destruídos na Antiguidade. O desejo de reconstruir o Terceiro Templo no sagrado Monte Moriá ou Monte do Templo, permaneceu uma esperança fervorosa entre os crentes devotos durante séculos.

Várias organizações, incluindo o Instituto do Templo, foram fundadas com o propósito específico de realizar este empreendimento monumental.

Para alguns teólogos e estudiosos, a construção do Terceiro Templo está ligada a eventos conhecidos como O “Dia do Juízo Final” ou “fim dos tempos”. Essa perspectiva teológica sublinha o profundo significado do recente nascimento da novilha vermelha em Israel.

O Rabino Chaim Richman, Diretor do Instituto do Templo, expressou uma forte convicção de que chegou a hora de avançar com a construção do Terceiro Templo à luz do nascimento da novilha vermelha.

‘O que o futuro pode reservar’

O exame meticuloso da novilha vermelha feita por especialistas rabínicos seguiu-se a esse nascimento importante.

A profecia, enraizada no Livro dos Números do Antigo Testamento, especifica que a novilha vermelha deve ser “sem defeito”. Depois de passar por um extenso teste, a novilha realmente foi declarada como “viável para a novilha vermelha bíblica”.

“O nascimento desta novilha vermelha serve como um lembrete profundo da ligação duradoura entre fé e profecia. A sua chegada desencadeia discussões fervorosas nos círculos cristãos e judaicos, despertando esperança e antecipação sobre o que o futuro pode reservar”, destacou ao concluir.

Fonte: Guia-me