"O pecado perdeu poder quando eu o trouxe para luz", diz viciado libertado por Deus

Diferente de outros viciados, Brett Porter, dos Estados Unidos, não passou por momentos difíceis na vida que o levaram às drogas.

Brett era um cristão temente a Deus, que ninguém esperava que caísse no mundo das drogas.

“Tive uma ótima infância. Eu morava com meu pai e minha avó. Meus pais se divorciaram quando eu era jovem. Meu pai e eu tínhamos um relacionamento próximo e único. Praticava muito esportes, tinha muitos amigos”, contou ele, em entrevista à CBN News.

Durante a faculdade, Porter aceitou a Jesus e gastou sua juventude para o Reino de Deus. “Eu estava conectado à igreja e estava fazendo viagens missionárias e aproveitando minha nova vida em Cristo”, lembrou.

E acrescentou: “Eu estudava em período integral, mas também havia começado um negócio de paisagismo e estava indo muito bem”.

Após se formar, Brett continuou seu empreendimento e passou a trabalhar muitas horas. Ele acabou se afastando do Senhor. “Comecei a me afastar lentamente da igreja, sem querer”, revelou.

Viciado em pílulas

Nessa época, buscando um alívio para sua rotina cansativa, o jovem teve contato com uma medicação, que tem risco de viciar.

“Certa tarde, procurando algum equipamento na casa de um familiar, me deparei com alguns analgésicos. Eu estava trabalhando muito e realmente estava meio dolorido e cansado”, disse.

“Me lembro do Espírito do Senhor me dizendo para não fazer isso. Eu pensei, o que uma pílula poderia fazer? E então, eu peguei e gostei dessa sensação. Algumas semanas depois de tomar minha primeira pílula, tentei parar e fiquei muito doente”.

Brett se tornou dependente do medicamento. Como as pílulas eram caras, ele começou a roubar familiares para manter o vício.

Por ser cristão, o jovem sentiu receio de procurar ajuda e guardou segredo sobre sua dependência química.

“Eu estava com medo porque estava com muita vergonha. Eu não queria estragar meu testemunho. Eu ainda não queria trazer isso à luz por medo de julgamento. Eu lentamente fui ficando cada vez mais envolvido, ainda acreditando que poderia sair dessa”, confessou ele.

Vida destruída

Nos três anos seguintes, Brett foi preso e internado em centros de reabilitação por diversas vezes. Logo, ele passou a usar uma droga mais forte, a heroína, e sua vida foi sendo destruída.

“Eu realmente experimentei um nível de escuridão que eu nem sabia que existia. Me tornei um viciado da noite para o dia. Eu estava morando na minha caminhonete, meu pai me expulsou de casa. Eu não era bem-vindo em reuniões da família”, relatou.

“Eu queria voltar para aquele lugar onde estava sendo usado por Deus. Eu simplesmente não sabia como. Minha vida estava fora de controle e por isso me lembro de pedir a Deus que Ele me ajudasse”.

O jovem viciado contou com a ajuda de Lauren, sua amiga cristã. Ela fez uma oração que mudou para sempre a vida de Brett.

“Uma das minhas orações por ele foi para que Deus trouxesse para a luz as coisas que estavam no escuro e que Ele realmente removesse tudo o que precisava ser removido para que esta fosse uma mudança duradoura”, disse Lauren.

Restaurado

Brett foi para um centro de recuperação cristão. Lá, ele foi libertado das drogas e foi restaurado por Jesus

“O pecado perdeu seu poder quando eu o trouxe para a luz. Quando comecei a realmente experimentar seu amor, seu perdão, a verdade de que Ele me torna limpo e justo, isso foi uma verdade transformadora para mim”, testemunhou o ex-viciado.

Depois de sair do centro, Brett e Lauren se casaram. Hoje, eles têm dois filhos. “Deus me deu uma família, que nunca pensei que teria novamente”, ressaltou.

E declarou: “Há esperança real quando você começa a trazer as coisas à luz. A comunidade é um dom de Deus. Trazer as coisas à luz, ser vulnerável, é onde se encontra a verdadeira liberdade”.

Fonte: Guia-me