HomeBahia

Música baiana perde Kocó do Lordão

Aos 73 anos, Clóvis Leite, Kocó, morreu nesta segunda-feira, 19, em Salvador. Ele estava há alguns meses na capital baiana em tratamento de saúde. Tinha problemas no fígado, que chegou a ser transplantado.

Kocó era o líder do Lordão, a mais conceituada banda de Itabuna de todos os tempos. Carismático, onde chegava  ele atraia a atenção das pessoas. Tinha uma coleção de fãs em todo a Bahia e em outros estados do Nordeste, por onde fazia sucesso.

O artista era a principal voz do Lordão, com repertório eclético, há mais de 50 anos. Além de cantor, se apresentava também como músico em qualquer estilo de festa, pois era adepto de vários ritmos.

Como líder do Lordão, ele tinha presença garantida na programação de São João de vários municípios baianos. Sua voz marcante embalava multidões e deixava sempre um “gostinho de quero mais”. Kocó, não há dúvidas, deixou uma lacuna na música regional.

Fonte: Diário Bahia

COMMENTS