A norte-americana Michelle Lespron voltou à sua casa em Tucson, no estado norte-americano do Arizona, após ter estado fora uns dias, e descobriu uma cobra vivendo no seu banheiro.

"Tinha estado fora durante quatro dias e estava ansiosa por usar o meu banheiro em paz. Levantei a tampa e ele ou ela estava enrolado", contou Lespron à The Associated Press. "Graças a Deus que a tampa estava fechada", acrescentou.

O 'encontro' aconteceu a 15 de julho mas, desde então, Lespron tem recebido mensagens de familiares, amigos e até de pessoas com quem andou na escola. Isto porque a Rattlesnake Solutions – uma empresa sediada em Phoenix que removeu a cobra – publicou recentemente o vídeo do resgate.

O vídeo de 20 segundos mostra a cobra sendo puxada para fora do vaso sanitário e depois olhando diretamente para a câmera. "Toda mundo tem a mesma reação: Oh meu Deus, é o meu pior pesadelo", afirmou a mulher.

Outras pessoas pensaram que se tratava de um vídeo fake e que a cobra era um adereço. "Até o meu advogado disse: 'Ha ha. Boa piada", frisou Lespron.

A mulher contou ainda que o seu pai tentou apanhar a cobra nessa mesma noite, mas que ela fugiu. Então, decidiu ligar para a Rattlesnake Solutions na manhã seguinte.

O tratador – a quem Lespron chama "o meu herói" – precisou de três tentativas para conseguir agarrar firmemente a cobra preta e cor-de-rosa. Conseguiu lutar com a serpente com uma mão, enquanto com a outra captava tudo no seu celular.

Mais tarde, o tratador libertou a serpente, que media entre 1,5 e 2 metros de comprimento, num habitat natural.

Após o encontro com o réptil, Lespron utilizou o banheiro dos hóspedes durante três semanas antes de se sentir suficientemente confortável para voltar à 'normal'. E, segundo ela, já não entra no banheiro no escuro, levantando sempre a tampa muito lentamente.

Leia Também: Homem mata 'ex' ao vivo no Instagram e outras duas pessoas em fuga

Fonte: Notícias ao Minuto