Aos 104 anos, Dorothy Hoffner tornou-se a pessoa com mais idade a saltar de paraquedas. A norte-americana, natural de Chicago, EUA, deu um salto para a história, mas acabou morrendo uma semana depois, sem que o seu nome estivesse já inscrito no livro de recordes do Guiness.

A idosa morreu esta segunda-feira (9), uma semana depois do momento histórico que protagonizou, ao saltar de uma altura de mais de 4 mil metros.

Segundo o Chicago Tribune, Dorothy Hoffner morreu "pacificamente durante o sono".

Amigos da mulher a recordam como alguém que era "imparável"

Vale lembrar que durante a ‘aventura’, que ocorreu no Skydive Chicago Airport, em Ottawa, no Canadá, a mulher manteve-se "calma e confiante", tendo decidido que seria ela a impulsionar o salto, depois de ter sido empurrada na primeira vez que ‘subiu aos céus’, aos 100 anos, contou o Chicago Tribune.

Sad news: 104-year-old Dorothy Hoffner died unexpectedly one week after setting the record to become the world's oldest skydiver.
"She was just indefatigable. She just kept going."
The lifelong Chicagoan’s obituary & jump here: https://t.co/T1k7GoUnvPpic.twitter.com/194NdxGzSU

— Jake Sheridan (@JakeSheridan_) October 10, 2023

"Foi maravilhoso, não poderia ter sido melhor", garantiu, já com os pés bem assentes na terra. Após o salto, em 1 de outubro, fotografias e vídeos da mulher foram compartilhadas nas redes sociais, onde celebrou o momento .

Fonte: Notícias ao Minuto