Mulher que adorava ídolos se converte após ouvir Jesus: "Venha até mim”

Uma mulher enfrentou intensa oposição do marido e dos sogros, depois que aceitou Jesus e precisou lidar com uma guerra espiritual. Mas apesar de tudo, ela confiou em Deus e contou seu testemunho de redenção.

Awa, da Costa do Marfim, em África, praticava uma religião tribal na qual adorava a um ídolo chamado Togosenbla, junto com seu marido.

“Quando entreguei minha vida a Deus, descobri que Jesus é infinitamente mais poderoso do que este ídolo, que é impotente diante dele”, declarou ela ao Global Christian Relief.

Em 2012, ela perdeu sua filha e a dor do luto feriu seu coração: “Me senti sozinha e não havia ninguém para me ajudar”.

Um tempo depois, Awa contou que fez uma oração: “Deus, se você realmente existe, venha e me ajude. Meu fardo é muito pesado”.

Nesse momento, ela afirmou que ouviu uma voz forte dizendo: “Venha até mim”. Então, uma grande luz encheu o seu quarto. “Deus se revelou a mim. Jesus veio à minha mente”, disse Awa.

Ela pediu permissão a o marido para se tornar cristã. Com raiva, ele respondeu: “Se você entregar sua vida a Cristo, não volte para minha casa”.

No entanto, Awa continuou pensando em Jesus e na experiência que teve.

Opressão familiar

Um mês depois, Awa visitou um pastor local e compartilhou sua história e entregou sua vida a Jesus.

“A minha fé significa muito para mim. Isso abriu meu coração e minha mente”, declarou ela.

Awa voltou para casa e contou ao marido o que tinha ido fazer. E como antes, ele se mostrou totalmente contra o cristianismo.

Seu esposo disse que ela não poderia mais tocar em nada dentro de casa, e parou de sustentá-la mesmo quando ela adoeceu.

“Continuarei casado com você se você abandonar Jesus. Caso contrário, você deixará minha família”, disse ele.

Awa, porém, se recusou a negar sua fé. Depois desse ocorrido, seu cunhado e seu sogro a ameaçaram com facas: “Viemos para matar você”. Então ela fugiu e procurou abrigo na casa de outro crente.

Novo tempo

Pouco tempo depois, seu cunhado sofreu um acidente de moto e quebrou o pé, ele ficou impossibilitado de andar por três anos.

De acordo com o Global Christian Relief, ele se aproximou de Awa e perguntou se Jesus poderia curar seu pé. Ela o levou ao seu pastor e eles oraram, em três meses, o homem estava completamente curado.

“Ele entregou sua vida a Cristo. Íamos à igreja todos os domingos e ele também convidou sua irmã doente para receber oração em nossa igreja”, contou Awa.

Embora a cristã tenha começado a ver a transformação em sua família, seu marido permaneceu relutante.

Para garantir a sua segurança, Awa e os seus filhos deixaram a Costa do Marfim e foram viver com outros familiares em Burkina Faso.

No local, a igreja os recebeu de braços abertos e alugaram uma casa para que ela e os filhos pudessem ficar.

Vivendo da provisão de Deus

Recentemente, a Global Christian Relief forneceu ajuda e kits de alimentos aos cristãos perseguidos de Burkina Faso.

Awa foi um dos beneficiários gratos desta ajuda: “Muito obrigada. Vocês provaram o seu amor por Cristo em suas vidas e em suas ações, nos enviando estes pacotes de alimentos. Recebi comida sua na hora certa. Eu estava realmente passando necessidade. Deus usou vocês”.

Awa falou sobre a opressão que sofreu quando se entregou a Jesus e que continua enfrentando:

“Esta perseguição só fez aumentar a minha fé em Cristo. Transformou minha vida e me deu coragem para seguir Jesus sem medo de nada. Também me ajudou a aprender mais sobre Deus, como confiar e elevar os olhos para Ele em todas as situações”.

Ela contou que seus versículos bíblicos favoritos são 1 Samuel 17:45-46, que narram a história de Davi enfrentando Golias:

“Davi amava a Deus. Ele pediu e o Senhor lhe deu seu poder para vencer a batalha. Da mesma forma, pedi a Deus em minhas orações a mesma armadura e poder contra meu Golias. Deus me trouxe a vitória. Hoje, estou livre de Togosenbla [o ídolo], assim como os israelitas foram libertados do seu gigante”, declarou a cristã.

*Nomes alterados por motivo de segurança

Fonte: Guia-me