Missionário que estava de férias com a família leva muçulmano a Jesus: “Preciso de Cristo”

Os missionários Christian Tan e sua esposa Nathalie trabalham com plantação de igrejas e evangelização de ateus, islâmicos e hindus.

Em uma viagem de férias com a família para a Turquia, Christian observou o valor das conversas para plantar a semente do Evangelho até que uma conversão aconteça.

Ele contou que no país, as pessoas estavam abertas a ouvir sobre Jesus, apesar de ter uma ligação muito forte com o Islã.

Segundo a Revive, várias pessoas começaram a conversar com eles e fazer perguntas sobre o Evangelho.

Christian deu exemplo de um turco holandês nas ruínas de Éfeso, que respondeu aos seus comentários bíblicos enquanto ele explicava a história da região para sua família.

“Sou um estudioso da história e da Bíblia, por isso estava explicando o que vimos. O homem ouviu e disse: 'Você sabe muito sobre isso. O que todos esses cristãos estão fazendo aqui? Me surpreende'. Então, comecei a explicar o Evangelho a ele”, disse o missionário.

Ministros de paz

Nathalie também conversou com um vendedor de uma loja de roupas e uma mulher em um salão de beleza.

Christian contou que ela nunca se preocupa apenas com o que quer comprar, mas também presta atenção nas pessoas.

''Você é muito diferente dos outros turistas daqui. Você tem paz. Por que você tem paz?”, perguntou o vendedor.

Nesse momento, Nathalie percebeu a oportunidade perfeita para falar sobre Jesus. Durante uma visita ao cabeleireiro na Turquia, o casal também conversou com uma turca.

''Na verdade, ela não tinha mais interesse por religião, mas durante a nossa conversa ela quis saber tudo e disse: 'Se Deus é assim, então eu também o quero'. Trocamos números de telefone, e esperamos poder encontrá-la em nossa cidade natal em breve”, relembrou Christian.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Christian Tan (@kryztan)

Motorista muçulmano

Enquanto se preparavam para retornar no aeroporto, Christian conheceu um motorista muçulmano que lhe deu uma uma carona até a garagem onde seu carro estava estacionado.

Ele contou que conversaram por cerca de 5 minutos, mas o fruto do Evangelho foi lançado.

''Eu estava genuinamente interessado nas pessoas, então comecei a fazer perguntas a ele. A certa altura, ele disse: 'Você é um bom homem'. E eu respondi: ‘Não, eu sei como eu era sem Jesus e como eu teria sido. Para mim, é tudo sobre Jesus. Ele é o que há de bom em mim’", declarou Christian.

Ele informou que quando o motorista ouviu o nome de Jesus, disse: “Ore por mim. Eu também preciso de Cristo e quero mais dele em minha vida”.

“Basta perguntar a Deus esta noite se Ele é real. Acredito que Jesus é o único caminho. Ouço muitos muçulmanos dizerem que não podem fazer todas as boas obras. Nunca conseguiremos ser bons o suficiente, porque cada coisa boa que tentamos acabamos estragando com algo estúpido”, explicou o missionário.

E continuou: “Portanto, Deus diz que esse não é o caminho. O jeito é reconhecer honestamente: ‘Não vou conseguir, mas quero. Eu quero muito estar com o Senhor. Por favor, me perdoe pelo meu pecado'”.

Christian relembrou que terminou a conversa encorajando o homem a orar, e disse que também oraria por ele: “Sim, por favor, faça isso. Eu realmente quero experimentar isso”, afirmou o motorista.

O motorista ganhou uma pulseira com a frase “Mais Jesus” e também uma bolsa com a mensagem “Mais Jesus em Mais Pessoas”.

“Basta tirar uma foto e você pode enviar para as pessoas orarem por mim. Não importa, eu quero isso. Todos podem ver e saber disso”, disse o homem.


O casal Christian Tan e Nathalie. (Foto: Instagram/Christian Tan)

Christian observou que esses foram exemplos de pessoas que não se converteram imediatamente. No entanto, ele explicou que as pessoas, muitas vezes, precisam de dois ou três pontos positivos em boas conversas para realmente chegarem à fé.

“Quando olho para todas as conversões que vivenciamos ou das quais ouvimos falar, penso que todas aquelas pessoas que cruzaram nosso caminho e foram impactadas, você só saberá disso no céu. O diabo quer nos desanimar sussurrando: 'Parem com isso, ninguém se converterá e é tudo inútil'. Mas todos nós, como cristãos, devemos continuar a cumprir o que está na Palavra”, concluiu ele.

Fonte: Guia-me