Foto: Daniel Meira O evento foi aberto na quinta-feira (21) e segue até a próxima terça-feira (26), no SP Expo, com a expectativa de receber 36 mil pessoas e movimentar R$ 300 milhões em negócios, na capital paulista.  

No estande da Setur-BA, os visitantes são recebidos por baianas típicas e conhecem as 11 intervenções náuticas realizadas pelo governo estadual na Baía de Todos-os-Santos, além de ações culturais e socioambientais. A construção de marinas, terminais turísticos e atracadouros representou um investimento de mais de R$ 340 milhões.

“É um prazer receber os baianos, em mais uma edição do Boat Show. Todos nós adoramos a linda Baía de Todos-os-Santos, que ganhou equipamentos modernos. O segmento náutico não se dissocia do estado”, declarou o idealizador do evento, Ernani Paciornik.

O navegador catarinense Marilan Tagliari, 46 anos, atua também como empresário no ramo de gestão de embarcações. Ele gosta de velejar no mar da Bahia e pretende fazer negócios no estado. “Sempre que posso velejo em águas baianas, apreciando aquela natureza exuberante, e aproveito também para passear no Pelourinho. Tenho interesse em instalar uma sede de minha empresa na Bahia”.

O secretário de Infraestrutura do Ministério do Turismo, Carlos Sobral, falou sobre os desafios da náutica e destacou as ações do governo baiano no setor. “Um dos grandes gargalos do turismo náutico é a falta de marinas, onde a Bahia avançou muito. O setor é uma das prioridades do ministério. Já temos um grupo técnico fazendo o levantamento das demandas dos estados, para que possamos criar medidas de incentivo”.

 Fonte: Ascom/Setur