(FOLHAPRESS) – O sistema Anchieta-Imigrantes, que dá acesso à Baixada Santista, registra 14 quilômetros de congestionamento na subida da serra, sentido São Paulo, na manhã desta segunda-feira (25), por conta do alto fluxo de veículos.

A Imigrantes (SP-160) tem nove quilômetros de engarrafamento no trecho entre o km 59 e o km 50, na subida da serra.

Já a Anchieta (SP-150) registra cinco quilômetros de congestionamento entre o km 55 e o km 50.

De acordo com a concessionária Ecovias, o engarrafamento no sistema é causada pelo alto fluxo de veículo no retorno da Baixada Santista.

A expectativa da concessionária era de que, entre sexta e domingo, de 120 mil a 185 mil veículos passassem pelo sistema em direção ao litoral paulista, foram registrados 213,5 mil carros.

No início da tarde de sábado, o engarrafamento chegou a 30 quilômetros na descida ao litoral. No domingo, foram 14 quilômetros.

Todo esse fluxo é resultado das altas temperaturas registradas nos últimos dias que incentivou as pessoas a procurarem as praias para se refrescar.

A cidade de São Paulo registrou o dia mais quente de 2023 neste domingo, com 36,5º C. Essa é também a sexta maior temperatura já registrada na capital, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), e o maior registro para o mês de setembro desde 1943.

A capital enfrenta há dias uma onda de calor que atinge também atinge outras regiões do país.

Na cidade de São Paulo, o calor deste domingo superou o de sexta e o de sábado, até então os dias mais quentes do ano, com 34,7°C.

Leia Também: Onda de calor eleva consumo de energia no país a níveis recordes para setembro

Fonte: Notícias ao Minuto