Uma idosa de 90 anos, inicialmente declarada como falecida pelo Hospital San Juan de Dios, em Saragoça, Espanha, surpreendentemente "ressuscitou" enquanto seu corpo estava sendo preparado para o velório no necrotério. No entanto, a mulher acabou por falecer algumas horas depois.

O incidente teve início na segunda-feira, dia 18 de setembro, quando a mulher foi internada no hospital devido a uma deterioração significativa em seu estado de saúde, conforme relatado pelo jornal local El Periódico de Aragón.

Por volta das 23h00 do mesmo dia, os médicos constataram que a idosa não apresentava sinais vitais e a declararam como falecida. A família foi prontamente informada, e a filha dirigiu-se ao hospital para se despedir da mãe, mas foi surpreendida com a notícia de que o corpo já havia sido encaminhado para o necrotério.

Os procedimentos regulares foram então seguidos, e todas as formalidades foram cumpridas para o transporte do corpo até o necrotério de Torrero, em Saragoça, onde a idosa seria velada no dia seguinte.

A reviravolta aconteceu quando o profissional encarregado de preparar o corpo, o tanatopractor, percebeu que a idosa ainda estava respirando. Imediatamente, ele comunicou a descoberta às autoridades, e a mulher foi prontamente levada de volta ao hospital que a havia declarado morta.

Por volta das 4h00 da terça-feira, dia 19 de setembro, os médicos confirmaram que a idosa ainda apresentava sinais vitais e entraram em contato com a filha para informá-la de que a mãe estava, surpreendentemente, viva.

No entanto, a idosa veio a falecer por volta das 18h30 do mesmo dia, após receber a visita de familiares. O caso está atualmente sob investigação da Polícia Nacional.

Leia Também: Envelhecimento da população vai demandar mais vacinas para idosos

Fonte: Notícias ao Minuto