Governadores cristãos criticam exposição de estátua satânica nos EUA

Nos últimos dias, uma estátua satânica foi exposta na capital do estado de Iowa, nos EUA, em local que pertence ao governo, gerando muitas discussões entre políticos e cidadãos.

A exposição foi organizada pelo Templo Satânico e está programada para permanecer no local por duas semanas. A estátua possui uma cabeça de carneiro prateada sobre um manequim coberto por uma capa vermelha, com velas acesas ao redor e uma coroa vermelha com um pentagrama invertido.

A governadora de Iowa, Kim Reynolds, expressou sua desaprovação quanto à exibição, chamando-a de “absolutamente questionável”. A presença da estátua demoníaca gerou discussões sobre os limites da liberdade de expressão religiosa em propriedades do governo.

O deputado estadual de Iowa, Jon Dunwell, que também é cristão e conservador, compartilhou seus pensamentos sobre o assunto, afirmando que ele pessoalmente classifica o “altar” como algo mau.

Lucien Greaves, um dos fundadores do Templo Satânico, argumentou que a exibição é necessária. “Não temos uma igreja em cada esquina”, disse ele ao enfatizar que tem o desejo de ser representado em um fórum público. Ele também sugeriu que aqueles que não gostam da exibição deveriam simplesmente ignorá-la.

Guerra espiritual

Outro pastor e deputado estadual de Iowa, Brad Sherman, argumentou que a exibição viola a Constituição de Iowa de 1857. Ele pediu para que a estátua seja retirada da capital e pediu uma legislação que proíba totalmente as exibições satânicas em propriedades do governo.

Na opinião dos governadores, a exibição gera um clima obscuro e maligno, apontando para a “escuridão espiritual da sociedade”.

A governadora Reynolds encorajou os cidadãos a se envolverem no que ela considera ser uma guerra espiritual: “Em uma sociedade livre, a melhor resposta ao discurso questionável é outro discurso. Encorajo todas as pessoas de fé a se juntarem em oração por Iowa. Em breve teremos o presépio em exposição, que representa o verdadeiro motivo dessa época natalina”.

Conforme o Charisma News, os cristãos devem enfrentar as forças do mal que procuram destruir a América: “A Bíblia fornece orientação sobre como se envolver na guerra espiritual. Efésios 6.12 declara que a nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os governantes das trevas deste mundo, e contra as forças espirituais do mal nos lugares celestiais”, concluiu.

Fonte: Guia-me