HomeBahia

Festejos movimentam Nova Fátima, um dos 80 municípios apoiados pelo Estado para celebrar o Carnaval

A cidade de Nova Fátima, no território da Bacia do Jacuípe, despediu-se do CarnaRua 2024, neste sábado (17). O governador Jerônimo Rodrigues acompanhou a passagem de trios elétricos, que animaram o público presente. O município é um dos 80 apoiados pelo Governo do Estado no Carnaval da Bahia, através da Superintendência de Fomento ao Turismo (Sufotur), que é vinculada à Secretaria de Turismo (Setur-BA).

Para Jerônimo, a folia tem grande importância para a cidade. “Fizemos uma festa muito boa esse ano. Não só em Salvador, mas também em outras dezenas de cidades, assim como aqui em Nova Fátima, que planejou tudo e trabalhou bem, para mostrar que o Carnaval no interior também é forte. Apoiamos, principalmente, com segurança, pois todos que vêm querem se sentir seguros, e o comando regional garante isso. Depois, com saúde. A animação fica por conta dos artistas e dos foliões”, afirmou o governador.

Esta segunda edição, que teve o tema “Vista a sua Fantasia e Caia na Folia”, reuniu moradores de Nova Fátima e cidades vizinhas para dois dias de festa. Lidiane Lima saiu de Riachão do Jacuípe para curtir a grade de atrações. “Está perfeito. Vim de Riachão de Jacuípe para curtir pela segunda vez. E é muito bom. Ano passado foi perfeito, e esse ano está perfeito também”, observou a visitante.

Teve quem aproveitou também para garantir uma renda extra durante o CarnaRua, como a vendedora de mingau, Rosalice Cordeiro. “O movimento está muito bom e a festa está linda. E hoje está ainda melhor do que ontem”, comemorou.

O prefeito Adriano de Rosalvo destaca a parceria com o estado para realizar o CarnaRua. “A parceria com o Governo do Estado é muito forte. Tivemos a segurança reforçada e caprichamos na programação. Sem contar essa presença hoje aqui do governador, que animou ainda mais os foliões”, reforçou o prefeito.

Para a festa, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) destinou um efetivo de 68 policiais Civis e Militares.

Repórter Anderson Oliveira/GOVBA

Fonte: Secom GOVBA

COMMENTS