SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Uma dentista de 31 anos morreu após ser esmagada por um cavalo em Brasília (DF). A informação foi confirmada pela família dela nas redes sociais.

Lídia Pires Ferreira treinava para uma competição de hipismo quando sofreu o acidente na manhã deste domingo (1º).

Os familiares não detalharam onde o acidente ocorreu, mas informaram que ela estava em Brasília, onde morava desde 2020, quando casou.

"Ela teria uma prova semana que vem. Essa semana ela foi treinar, infelizmente o cavalo caiu em cima dela e foi fatal", disse David Pires, irmão de Lídia, em publicação nas redes sociais.

O marido da dentista passou mal após a notícia e precisou ser internado, informou o irmão dela nas redes.

Lídia, que era natural de Anápolis (GO), morreu cinco meses após a mãe.

O corpo de Lídia é velado na capelania da Polícia Militar do Distrito Federal, no Setor Policial Sul.

Ela será enterrada no Cemitério Campo da Esperança, também na Asa Sul, na tarde desta segunda-feira (2).

Fonte: Notícias ao Minuto