Centro Territorial de Educação Profissional do Sisal – Foto: Divulgação

O Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep) do Sisal, localizado no município de Serrinha, ficou em terceiro lugar da categoria “Estágio – modalidade educação inovadora – nível técnico” do Prêmio IEL de Talentos. A premiação reconhece práticas de estágio e projetos de inovação em todo país. O destaque do Cetep foi graças ao projeto “Estágio civil em análises clínicas”, que conseguiu unir a prática necessária na formação dos estudantes às demandas da comunidade onde vivem, por meio da realização de exames gratuitos, como parasitológicos de fezes e de sangue, glicemia e colesterol.

O professor-orientador Robério Menezes falou sobre as estratégias adotadas para o desenvolvimento do chamado estágio social: “identificamos que já tínhamos um laboratório equipado na escola e professores qualificados. Então, montamos o projeto que funciona hoje com a supervisão de profissionais de nível superior e de acordo com as normas da vigilância sanitária”.

A seleção dos estagiários leva em conta as médias dos estudantes. As aulas práticas acontecem todas às terças e quartas, das 13h às 17h, no laboratório do Cetep. O estudante Guilherme Santos, 18, 3º ano, do curso técnico em Análises Clínicas, ressaltou a importância da etapa de formação para o futuro exercício profissional: “ter uma oportunidade como essa dentro da nossa escola foi de uma enorme ajuda para nós e traz segurança para nossos pais por saberem que estamos no ambiente escolar. É uma experiência ótima, pois, além de aprender e crescer na parte prática, os exames beneficiam pessoas da comunidade, e isso é muito importante”.

A comunidade escolar está em festa com a premiação, como revela o professor Robério Menezes. “Ganhar um prêmio como este é a maneira de mensurarmos que estamos no caminho correto com os nossos alunos. Quando vemos todos esses estudantes no mercado de trabalho, no campo de estágio, desenvolvendo a profissão para a qual estudaram, é muito gratificante, ainda mais quando estamos atendendo a nossa comunidade”, avalia.

Fonte: Ascom/SEC