Khrystyna e Svitlana são duas das vítimas mortais de um bombardeamento russo que atingiu uma zona residencial de Zaporíjia, no sul da Ucrânia. Uma hora antes tinham se apresentado no centro da cidade.

O momento – que pode ver na galeria acima – foi gravado, divulgado nas redes sociais e está sendo amplamente compartilhado na Ucrânia. O conselheiro do Ministério da Administração Interna da Ucrânia, Anton Gerashchenko, contou que "Khrystyna e Svitlana estavam cantando na rua em Zaporíjia uma hora antes de um ataque de mísseis russos à cidade".

"Uma delas morreu ontem no local do ataque. Tinha 19 anos de idade. A outra jovem morreu hoje numa Unidade de Cuidados Intensivos. Tinha 21 anos", acrescentou, endereçando as "mais profundas condolências às suas famílias".

A cidade de Zaporíjia, localizada a poucas dezenas de quilómetros da frente sul, onde a Ucrânia realiza a sua contraofensiva, é regularmente alvo de bombardeamentos russos.

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia começou com o objetivo, segundo o presidente russo, Vladimir Putin, de "desnazificar" e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia. A operação foi condenada pela generalidade da comunidade internacional.

A ONU confirmou que quase dez mil civis morreram e mais de 16 mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais serão muito superiores e só poderão ser conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

Fonte: Notícias ao Minuto