Autora cristã testemunha cura de pneumonia grave: “Jesus esteve comigo”

A autora cristã Joni Eareckson Tada recebeu alta de um hospital após 16 dias internada devido a uma pneumonia dupla. Ela afirmou que está curada em uma publicação no Facebook, no dia 21 de setembro deste ano.

“Como muitas das pessoas que servimos e que lutam com constantes desafios de saúde, posso dizer: 'Deus me salvou’. Estou em casa, feliz, curada e descansando", compartilhou ela.

Joni, de 73 anos, agradeceu ao marido, Ken, e aos amigos por tudo que fizeram para cuidar dela durante esse período.

"À noite, a promessa de Deus em Isaías 43:1-2 foi uma grande fonte de conforto: 'Não tenha medo, pois você é meu. Quando você passar por águas profundas, estarei com você. Quando você for através de rios de dificuldade, você não vai se afogar'", testemunhou ela.

E continuou: "Sim, Jesus esteve comigo em todos os exames, raios-x, coleta de sangue e tratamento respiratório".

Joni dirige a “Joni and Friends”, uma organização que compartilha o Evangelho com deficientes. Ela disse que a experiência no hospital a lembrou de quão crítico é “compartilhar a mensagem de salvação de Jesus com as famílias de seu ministério”.

Descansar na soberania de Deus

Segundo o Christian Post, Joni ficou tetraplégica após um acidente de mergulho em 1967, e desde então, tem usado sua plataforma para defender as pessoas com deficiência.

Além de conviver com a paralisação de suas pernas, ela enfrentou o câncer duas vezes e, recentemente, lutou contra a Covid-19.

Em uma entrevista ao The Christian Post, ela revelou que descansar na soberania de Deus, aconteça o que acontecer, é o que lhe permite ter “alegria profunda e inabalável” diante de “dificuldades horríveis”.

Para ela, a soberania de Deus “não é um conceito doutrinário, sobrenatural e teológico”, mas uma “confiança em sua Palavra”: “Jesus pode ser confiável porque Ele não vai a lugar nenhum”, afirmou a autora.

"Quando estou com dor, o que acontece com frequência, especialmente à noite, converso com minha dor e digo: 'Você não vai me deixar ansiosa. Você não vai me deixar com medo. Vou passar por você, como se eu fosse Sadraque, Mesaque e Abednego entrando na fornalha ardente, e vou encontrar Jesus, o Filho de Deus, andando no meio do fogo comigo'", acrescentou.

Joni citou o texto bíblico em 2 Coríntios 6:10: "Às vezes ficamos tristes, outras vezes ficamos alegres. Parecemos pobres, mas enriquecemos muitas pessoas. Parece que não temos nada, mas na verdade possuímos tudo".

“Me parece que somente na experiência cristã podemos conhecer a alegria e a tristeza ao mesmo tempo. É como se elas acontecessem simultaneamente”, refletiu ela.

A autora concluiu orientando o público sobre como enfrentar momentos difíceis:

“Não sabemos o que fazer com o sofrimento e a dor. Tentamos medicamentos e qualquer forma de escapar dela, porém, faça tudo, mas aprenda a conviver com isso”.

E continuou: “Não quero dizer viver com isso de má vontade, mas viva confiante de que um Deus soberano tem você no meio disso por um bom motivo. E geralmente, a maioria desses motivos são para que nos lancemos total e completamente em Cristo Jesus”.

Neste mês de outubro, Joni completa mais um ano de vida. Em seu perfil no Facebook, ela compartilhou:

“Como tetraplégico, cada ano é uma dádiva, e estou louvando ao Senhor por mais um ano de vida, principalmente depois dos meus recentes desafios de saúde. Este último ano me lembrou que preciso aproveitar todos os momentos nesta terra para a glória de Deus e para compartilhar a esperança do Evangelho”.

Fonte: Guia-me