Ativistas climáticos do Greenpeace do Reino Unido escalaram o telhado da mansão do primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, em North Yorkshire, e envolveram o edifício com um pano preto.

No Twitter, o grupo climático declarou: "Alpinistas estão no telhado da mansão de Rishi Sunak e cobriram-na com 200 metros de pano preto oleoso para chamar a atenção sobre as perigosas consequências de um novo frenesi de perfuração."

De acordo com o jornal Telegraph, o protesto ocorreu enquanto o primeiro-ministro estava de férias com a esposa e as duas filhas nos Estados Unidos. O grupo questionou: "Vamos seguir os caminhos do petróleo ou investir em nosso futuro?"

A manifestação ocorreu dias após o primeiro-ministro britânico anunciar o compromisso de emitir centenas de novas licenças para exploração de petróleo e gás no Mar do Norte, além de implementar um programa de captura de carbono no nordeste da Escócia e da Inglaterra.

BREAKING: Climbers are on the roof of Rishi Sunak’s mansion draping it in 200 metres of oily-black fabric to drive home the dangerous consequences of a new drilling frenzy.#StopRosebank #NoNewOil pic.twitter.com/oeb36Wi2QU

— Greenpeace UK (@GreenpeaceUK) August 3, 2023

Fonte: Notícias ao Minuto