Após conversão, ex-gay se torna missionário da JOCUM: “Minha identidade está em Deus”

Depois de enfrentar o divórcio dos pais na infância, Leander teve que lidar com diversas questões que distorceram sua verdadeira identidade.

Aos seis anos, ele sofreu com o distanciamento paterno após a separação. Quando completou nove anos, foi abusado sexualmente por um membro da família e, três anos depois, foi exposto pela primeira vez à pornografia.

Enquanto assistia conteúdos eróticos, Leander percebeu que se concentrava principalmente nos homens e passou a se sentir atraído por eles.

Anos depois, ele reconheceu que a forma como lidava com sua sexualidade não conduzia com a vontade de Deus. Então, passou a frequentar a igreja e orar.

“Senhor, o que devo fazer? Você vai tirar isso de mim?”, disse ele ao canal do YouTube “Xpedition Glory”.

No entanto, os sentimentos homossexuais não desapareceram. Nesse período, ele conheceu um rapaz e foi morar junto com ele.

Quando o “relacionamento” chegou ao fim, Leander se sentiu perdido. Até que uma oportunidade de participar de uma escola bíblica apareceu e ele disse: “Foi por isso que Deus me agarrou”.

A caminho de casa, ele parou o carro em um acostamento e teve uma conversa com Jesus:

“Eu realmente duvidava que iria para esta escola. Num piscar de olhos, vi toda a minha vida passar na minha frente. Tudo o que fiz de errado, tudo o que aconteceu comigo. Chorei muito e descarreguei tudo em Deus”.

Após essa experiência, ele sentiu uma paz profunda e em casa, abriu a Bíblia no Salmo 23. Neste exato momento, o pastor da igreja que ele costumava frequentar lhe enviou uma mensagem com o versículo 4 de Salmo 23:

”Mesmo quando eu andar pelo escuro vale da morte, não terei medo, pois tu estás ao meu lado. Tua vara e teu cajado me protegem”.
“Isso me atingiu como uma bomba e eu sabia: ‘Qualquer que seja o caminho que eu tome a partir de agora, será o caminho certo’”, relatou ele.

JOCUM

No dia seguinte, Leander iniciou a ETED (Escola de Treinamento e Discipulado) da JOCUM (Jovens com uma Missão).

Durante o período das aulas, ele pensou que estava ali para descobrir qual era o plano de Deus para sua vida. Mas, o Senhor queria restaurar completamente seu coração.

“Descobri que baseei minha identidade em ser gay. Então me levantei e disse: 'Senhor, você assumirá autoridade em minha vida? Você gostaria de assumir esta parte da minha vida? Além disso, declarei que minha identidade está em Cristo”, testemunhou ele.

Na ETED, ele aprendeu sobre a verdade e a graça de Deus e afirmou ter sido “muito esclarecedor”. Segundo ele, os professores ministraram um ensino sobre como Deus planejou e estabeleceu o casamento e a unidade entre homem e mulher.

Como também, houve espaço para revelar sentimentos contrários à vontade de Deus, em vez de negá-los e suprimi-los.

Os encontros com famílias cristãs ​​durante seu tempo na JOCUM também causaram um impacto profundo em Leander.


Leander e Martine. (Foto: Reprodução/YouTube/Xpedition Glory)

Nova vida

Tempo depois, Leander se apaixonou por uma mulher e a pediu em casamento. Ele e Martine construíram uma família.

“Se alguém tivesse me dito isso há seis anos, eu teria pensado que essa pessoa estava louca. Vejo que Deus quer trilhar um caminho de restauração para todos. Se você quer andar com o Espírito Santo, Ele quer te restaurar para viver com Ele. Jesus também quer que você viva a vida que Ele planejou para você, do jeito que Ele te fez”, disse ele.

“Minha vida é fácil agora? Certamente não. Mas é alegre. Minha história é uma história única. Nenhuma história é igual, e acho importante olharmos para cada um à nossa maneira, como Deus quer lidar com essa pessoa. E então, se você caminha junto com o Espírito Santo, qualquer restauração é possível”, concluiu.

Fonte: Guia-me