Aeroportos de Porto Seguro e de Ilhéus terão oferta de voos extras na alta temporada de verão

Juntos, os aeroportos devem receber mais de 850 mil passageiros no período

Aeroporto de Ilhéus – Foto: Patrícia Lanini / Concessionária Socicam

A alta temporada de verão está chegando e o fluxo de visitantes costuma aumentar nas zonas turísticas baianas, principalmente na Costa do Descobrimento e na Costa do Cacau. Para atender ao crescimento no número de turistas em ambas as regiões, os Aeroportos de Porto Seguro e de Ilhéus ofertarão, juntos, mais de 500 voos extras entre os meses de dezembro de 2023 e fevereiro de 2024. No período, a estimativa de movimentação total de passageiros somada nestes aeroportos será de mais de 850 mil pessoas.

Na Costa do Descobrimento, o Aeroporto de Porto Seguro terá um total de 2.404 voos até o mês de fevereiro, sendo 321 extras. De acordo com a Concessionária Sinart, mais de 658 mil passageiros devem passar pelo equipamento aeroportuário. Corresponde a um crescimento de 3% em comparação ao mesmo período do último ano. As aeronaves partirão e chegarão de lugares, como São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e Rio de Janeiro (RJ).

Aeroporto de Porto Seguro – Foto: Divulgação / Concessionária Sinart

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, irá oferecer 810 voos durante a alta temporada de verão, sendo 205 extras. A expectativa é de que cerca de 192 mil passageiros passem pelo terminal da Costa do Cacau nos próximos três meses, segundo a Concessionária Socicam. Um aumento de 8% em relação ao mesmo período do ano anterior. As principais origens e destinos são Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP) e Campinas (SP), além de Salvador (BA).

O trabalho realizado pela Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) para o desenvolvimento da aviação regional vem viabilizando a atração de novos voos para o estado. “Em 2023, nós inauguramos os Aeroportos de Bom Jesus da Lapa e de Santana e concluímos a recuperação da pista de pouso e decolagem dos aeródromos como, Caetité, Cipó, Ituaçu e Valente. Conseguimos permitir a retomada das operações com aviação geral em 19 equipamentos aeroviários”, ressalta Saulo Pontes, superintendente de Infraestrutura de Transportes do estado.

Fonte: Ascom/Seinfra